FANDOM


Gasping villagers.png Base na Sonic News Network.
O conteúdo desse artigo tem base no artigo original da Sonic News Network. Caso edite, acompanhe nosso Manual de Estilo.

<< Episódio anterior

Série de TV
Não Me Julgue

Episódio seguinte >>

Não Me Julgue é o vigésimo quarto episódio da 1ª Temporada da série de TV de Sonic Boom. Este episódio é o vigésimo quarto ao total.

Sinopse

Quando Eggman finge uma lesão no pescoço depois de uma batalha, ele processa o Sonic por danos e envia-lo ao tribunal. Amy Rose está fora da cidade em um seminário de apicultura assim Knuckles serve como advogado do Sonic como T.W. Barker processa-lo. Será que Sonic conseguirá vencer esse processo?

Sonic Boom: Hedgehog Day

Quando Eggman está ferido durante uma batalha com Sonic, Eggman leva Sonic para um tribunal para ganhar justiça.

Aparições

Personagens

Locais

Objetos

Variados

Músicas

Enredo

I&#039;m having an idea!.png

Knuckles tentando atrair o Mariposa Bot para destrui-lo

No meio da noite, Dr. Eggman ataca o Vilarejo e seus habitantes em sua Mariposa Bot quando Sonic chega com sua catapulta e persegue a Mariposa Bot enquanto Knuckles serve de isca para o robô segui-lo, segurando uma gigante lâmpada incandescente. Examinando a perseguição de cima no Avião de Tails, Tails e Sticks soltam bolas de naftalina na Mariposa Bot que perde o controle de seu voo, permitindo que Sonic conseguia derrubá-la com sua arma. Nos destroços, Eggman afirma que seu pescoço está quebrado e tem Orbot e Cubot para voar longe.

Sonic and Tails and a giant sandwich.png

Tails e Sonic comendo um sanduíche gigante

No dia seguinte, Sonic e Tails estão almoçando quando os dois são abordados por um Servidor de Processos, que revela que Eggman está processando Sonic por feri-lo desnecessariamente. Sonic é indiferente, mas logo descobre a gravidade da situação quando sobem as entrevistas com Soar sobre o "julgamento do século", chegando que vai arruinar a vida do perdedor. No tribunal, Sonic encontra Eggman em uma cadeira de rodas com T.W. Barker como seu advogado e os moradores locais como tanto o público e o júri. Servindo como o advogado de Sonic é Knuckles, que Sonic tinha permitido desde que ele ainda acha que este julgamento é uma piada. O oficial, em seguida, introduz o juiz, Robô-Fogo (sob o nome de "Juiz Bot"), que sutileza sugere sua lealdade a Eggman, apesar de sua imparcialidade.

Laywer Barker.png

Barker como advogado

Abrindo o caso é Barker, que revela sua intenção de provar que Sonic feriu Eggman permanentemente em maldade. Sticks é a primeira chamada como testemunha, ela acidentalmente deixou escapar seu preconceito contra Eggman e suas criações, como Barker afirma que Eggman estava apenas tomando uma unidade noturna em sua Mariposa Bot quando Sonic atacou. Orbot é chamado em seguida, onde ele proclama que Eggman tem bom coração e mostra um filme (falsificado) de Eggman brincando no balanço com Orbot e Cubot como prova, o que move o júri.

Barker in the court.png

Barker interrogando Tails

Tails tem a sua vez, que Sonic considera que ele seja a testemunha mais confiável. Com Barker a interrogá-lo, Tails lista as coisas que ele admira sobre Sonic, que Barker se vira para fazer Sonic parecer uma pessoa fora da lei em destruir qualquer um que discorde com ele, ou seja, Eggman. Apesar de perder o seu caso, Sonic está confiante de que as pessoas vão acreditar em sua inocência (sem saber que Primata da Comédia fez piadas em seu programa sobre ele que reforça a afirmação de Barker).

ECCTgXN.png

O júri alegre após serem salvos

Para a próxima parte do julgamento, Knuckles chama a si mesmo até a defesa. Em uma exibição bem-humorado de Knuckles interrogando si mesmo, Knuckles explica que Sonic é incapaz de ferir Eggman, mas com o fundamento de que ele é muito incompetente. Provocado por ele, Sonic faz um desabafo para defender-se, mas só acaba incriminando-se ainda mais. Com Knuckles apoiando o caso, o júri deixa para deliberar enquanto o resto realizar uma festa de dança. Quando o júri retorna no entanto, os jurados (o Castor Exigente em particular) atrasa o seu veredicto. Impaciente, Robô-Fogo julga Sonic culpado, mas antes de fazer isso oficial, Amy, que acaba de voltar de um seminário de uma semana, irrompe no quarto e bate no chão com o martelo piko na oposição, sacudindo todo o edifício. O Robô-Fogo e Barker tropeçam, fazendo Eggman para virar a cabeça em confusão e revelando que ele não está ferido. Com o seu plano agora frustrado, Eggman chama os seus robôs para a batalha, que envolve a Equipe Sonic. Como Soar está fazendo uma reportagem sobre o julgamento fora do tribunal, Sonic e Eggman em seu Eggmóvel explodiu a porta e saíram lá de dentro e fazem uma batalha. Imperturbável, Soar corta mais para o evento da "Véspera de Ano Novo do Primata da Comédia", que é bastante aborrecido.

Trivia

  • Este é o primeiro episódio em que Robô-Fogo está realmente falando.

Continuidade

  • Os óculos de leitura que Knuckles usa durante o julgamento são idênticos aos que ele usa brevemente em Um Dia de Dama.

Erros

Alusões

  • A canção de Sticks cantou no banco das testemunhas era letra da canção popular clássica "Turkey in the Straw", de Bill Monroe.
  • A música tocada durante o segmento com o Primata da Comédia Show é o tema da Hill Show Benny, o "Yakety Sax".
  • O enredo deste episódio é semelhante ao episódio de Bob Esponja, "Siriguejo vs Plankton".

Galeria

Galeria-i.png

Galeria de Videos

Videos-i.png

Transcrição

Transcrição-i.png

Internacional

Internacional-i.png

Navegação


Referências

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória